Educação Infantil


ATIVIDADES DESENVOLVIDAS COM AS PROFESSORAS DA PRÉ ESCOLA DO CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL ILSE SOLDATELLI.

NOTA: OS VÍDEOS DE DEVOLUTIVA COM AS CRIANÇAS, FORAM AUTORIZADOS PELAS FAMÍLIAS.

vídeo atividades CEI Ok de soldatelli
cei ilse soldatelli
cei ilse soldatelli
cei ilse soldatelli
ilse soldatelli
cei ilse soldatelli

ATIVIDADES MOTORAS, ENVOLVENDO ORIENTAÇÃO ESPACIAL E LATERALIDADE .


VÍDEOS QUE PODEM AJUDAR A LIDAR COM A "ANSIEDADE" INFANTIL!

ESTRATÉGIAS PARA ENSINAR MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL.

SAUDADE: DA ESCOLA, DAS PROFESSORAS, DOS AMIGUINHOS. HISTÓRIAS PARA LIDAR COM A SAUDADE QUE AS CRIANÇAS ESTÃO SENTINDO DE TUDO E DE TODOS.

VÍDEOS COM ATIVIDADES DE COMO CUIDAR DO MEIO AMBIENTE TODOS OS DIAS.

ISOLAMENTO SOCIAL: COMO CUIDAR DOS SENTIMENTOS DAS CRIANÇAS DURANTE A PANDEMIA.

Como aproximar as crianças da natureza na quarentena???

DECORAR A CASA COM AS CRIANÇAS PARA A FESTA JUNINA

ATIVIDADES SOBRE ESTAÇÕES DO ANO: INVERNO

ATIVIDADES PARA FAZER NO INVERNO EM CASA

E VIVA SÃO JOÃO - ATIVIDADES JUNINAS PARA FAZER EM CASA COM AS CRIANÇAS

CRIANÇA EM CASA, O QUE FAZER?? VÍDEOS EDUCATIVOS COM ESTÍMULOS E CONHECIMENTOS.

"O QUE CABE NO MEU MUNDO".

10 LIVROS PARA SE TRABALHAR VALORES IMPORTANTES COM AS CRIANÇAS.

AMIZADE, GENTILEZA, GENEROSIDADE, JUSTIÇA, HONESTIDADE, RESPONSABILIDADE, HONESTIDADE, RESPEITO, PERSEVERANÇA E SOLIDARIEDADE.

SUGESTÕES DE VÍDEOS PARA ATIVIDADES PARA CRIANÇAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL

FAFÁ CONTA


SUGESTÕES DE CONFECÇÕES DE BRINQUEDOS PARA CRIANÇAS EM ISOLAMENTO

CONTAÇÃO DE HISTÓRIA

Profª Valdete

CEPLAS - Centro Educacional Prefeito Luiz Adelar Soldatelli



vídeo prof.Valdete CEPLAS
video do gato xadrez favo 2

CONTAÇÃO DE HISTÓRIA:

Profª Márcia

CEI Favo de Mel II


video linda Rosa Juvenil 2.mp4

HISTÓRIAS NA LATA


AVENTURAS DO POCOYO E NINA


DESENHOS ANIMADOS EDUCATIVOS

SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA BERÇÁRIO - PSICOMOTRICIDADE

Samantha Ladeira, psicopedagoga, pós graduada em Gestão Escolar, especialista em Educação Infantil e em Legislação Educacional, supervisora de ensino, professora de cursos de Licenciatura em Pedagogia e pós na área da Educação, com dicas de atividades para Educação Infantil.

Ainda de acordo com as DCNEI, em seu Artigo 9º, os eixos estruturantes das práticas pedagógicas dessa etapa da Educação Básica são as interações e a brincadeira, experiências nas quais as crianças podem construir e apropriar-se de conhecimentos por meio de suas ações e interações com seus pares e com os adultos, o que possibilita aprendizagens, desenvolvimento e socialização.


JOGOS DE TABULEIRO, SIMPLES E DIVERTIDO. VOCÊ PODE CRIAR EM CASA COM SEU FILHO.


ATIVIDADES E BRINCADEIRAS PARA O DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR/JOGOS e CIRCUÍTOS COM SEQUENCIAS DIDÁTICA

Como lidar com as crianças na quarentena?

A pandemia de COVID-19 já é um desafio por si só para os adultos: preocupações com a saúde e economia têm ocupado boa parte do dia a dia. No entanto, também é preciso entender como lidar com as crianças na quarentena.

Com boa parte das escolas fechadas, os pequenos estão em casa com a família e também precisam enfrentar os desafios desse período de isolamento social. Enquanto alguns pais ainda precisam trabalhar fora e não têm com quem deixar os filhos, outros precisam conciliar a rotina de home office com as necessidades das crianças.

Neste cenário de caos e incerteza, cabe aos pais ou responsáveis adaptar o dia a dia das crianças de acordo com a nova realidade. No entanto, não podemos parar por aí, pois dependendo da idade é importante também conversar sobre o que está acontecendo no Brasil e no mundo. Afinal, com a internet à disposição não podemos achar que as crianças estão blindadas de todas as informações.

O isolamento social gera muitos questionamentos, deixa as pessoas desnorteadas e confusas. Faz parte, mas é possível amenizar a situação e cuidar das crianças de maneira saudável neste momento. Neste artigo, você poderá conferir algumas dicas para aprender como lidar com as crianças na quarentena.

Continue a leitura e vamos juntos superar os obstáculos desse momento atípico que o mundo todo está vivendo!

Como lidar com as crianças na quarentena?

Medo, angústia e ansiedade são as palavras da vez. Todo mundo está preocupado com um parente no grupo de risco ou com a situação econômica do país. Estamos todos juntos em um mesmo barco, mas diante de tantas incertezas, não podemos nos esquecer dos pequenos.

Muitos pais estão confusos e não sabem como lidar com as crianças na quarentena. É claro que cada ambiente familiar tem as suas peculiaridades, mas existem algumas recomendações gerais, principalmente no que diz respeito à abordagem do assunto e à rotina dos filhos.

Como falar sobre o COVID-19 com as crianças?

Para facilitar, vamos dividir esse guia em etapas. Dessa forma, você tem mais clareza sobre qual é o passo a passo indicado para abordar o assunto com as crianças.

1. Prepare-se emocionalmente

Muitas pessoas estão passando por picos de ansiedade e estresse por conta de todo o contexto de pandemia do coronavírus. Para que a abordagem do assunto não seja traumática para a criança, certifique-se de que você está apto para falar sobre o tema sem chorar ou demonstrar muito desespero.

A criança deve sentir confiança em suas palavras e não ficar mais apavorada. Para se preparar emocionalmente, medite e faça técnicas de respiração que irão acalmar a sua mente e abaixar os níveis de ansiedade.

2. Estruture o roteiro da conversa

Outra dica importante é não começar a conversa sem saber o que falar, pois dessa forma você pode acabar repassando informações desconexas e transmitir ansiedade. Se possível, antes de começar o papo organize as ideias na cabeça para falar apenas o necessário para a criança.

3. Tenha uma conversa aberta e franca

Saiba que ter uma conversa aberta, franca e solidária com os filhos é o melhor caminho para diminuir os níveis de ansiedade e ter um dia a dia mais agradável. Antes de tudo, vale considerar a idade do seu filho, pois se for muito pequeno para entender o contexto talvez não valha a pena entrar em detalhes sobre o tema. Nesses casos, o ideal é penas incentivar bons hábitos de higiene.

Para crianças maiores, a dica é introduzir o assunto de tal forma que haja uma abertura para a criança expor o que ela já sabe e as suas dúvidas. Em seguida, acalme suas angústias e assegure que é normal sentir medo e ansiedade, mas que é preciso ter coragem para enfrentar a situação com otimismo. A criança deve sentir que pode procurar conforto nos familiares quando precisar.

É importante ser honesto, ou seja, falar a verdade, mas de uma maneira que a criança entenda. Se necessário, utilize histórias ou desenhos para ajudar na explicação e torná-la mais didática.

Caso a região em que você more esteja enfrentando um surto, reforce para as crianças que a maioria dos casos de coronavírus são leves e que muitas pessoas estão trabalhando diariamente para conter a transmissão e manter todos seguros.

Considere que se a criança ficar doente você deverá explicar que ela precisará ficar em isolamento em casa ou no hospital, pois é mais seguro para a saúde de todos. Tranquilize suas inquietações, reforçando que é o momento de cuidarmos uns dos outros e que juntos todos sairemos com saúde da situação.

4. Filtre as informações

As crianças não precisam ser expostas a absolutamente tudo o que está acontecendo no mundo, portanto, filtre apenas as informações essenciais.

Tenha em mente um ponto super importante: poupe as crianças do excesso de informações fornecidas pela mídia, sobretudo televisiva, com expressões dramáticas, polêmicas desnecessárias e com um conteúdo muito aquém da compreensão delas.

Traduza o que for importante, não transmita uma sensação de pânico e simplifique. Detalhes sobre números de mortes e dramas familiares geram medos desnecessários e contraproducentes.

5. Dê orientações sobre prevenção

Neste momento não basta apenas falar sobre tudo de ruim que está acontecendo no mundo e se esquecer de orientar a criança em relação à prevenção da doença.

No caso do coronavírus o mais indicado é falar sobre as medidas básicas de higiene, como a lavagem das mãos e as maneiras adequadas de espirrar ou tossir. Use vídeos da internet ou algum outro recurso que possa ajudar nesse momento para que a explicação fique bem clara.

6. Avalie como a criança absorveu as informações

Ao encerrar a conversa, avalie se a criança ficou muito ansiosa com o assunto e sempre reforce a importância do cuidado, solidariedade e união neste momento, colocando-se à disposição para conversar sobre o tema quantas vezes for necessário. Enfim, procure trazer leveza para um tema que por si só já é muito pesado.

Como entreter as crianças durante a quarentena?

Quando o assunto é como lidar com as crianças na quarentena, muitos pais estão se descabelando por conta da suspensão das aulas como uma medida para ajudar a conter a disseminação do coronavírus. Por mais que algumas escolas estejam enviando atividades para serem realizadas em casa, não há como negar que a rotina mudou completamente.

Os contextos são muito diversos. Algumas famílias vivem em residências muito pequenas, de apenas dois cômodos, o que acaba afetando bastante a convivência. Em outros casos, as mães precisam trabalhar remotamente e não conseguem conciliar as tarefas pessoais e profissionais. Por fim, há também os pais que ainda precisam sair para trabalhar e não têm com quem deixar os pequenos.

E nem pense em deixar as crianças com os avós, pois como os mais velhos estão no grupo de risco não é recomendado que tenham muito contato com outras pessoas, principalmente as crianças, que às vezes podem acabar se descuidando um pouco.

Elas, por sua vez, estão acostumadas a ir para as aulas, brincar e fazer as atividades escolares, portanto, em uma situação em que são obrigadas a ficar em casa o tempo todo podem acabar ficando com energia acumulada.

Os pais precisam, mais do que nunca, estar atentos às necessidades dos filhos para que o período de quarentena não seja totalmente perdido. É necessário auxiliar os pequenos tanto na execução das tarefas escolares como na parte emocional.

Confira algumas dicas sobre como lidar com as crianças na quarentena por meio de uma nova rotina cheia de atividades!

1. Incentive a aprendizagem por meio de brincadeiras

Crianças em crescimento e desenvolvimento devem brincar, pois aprendem muito dessa forma. Além dos brinquedos prontos, estimule a criatividade por meio de atividades mais dinâmicas, como por exemplo, plantar uma flor, fazer uma receita ou brincar com um jogo de tabuleiro.

É sempre possível aprender algo novo por meio de brincadeiras como essas que fogem das telas de celular e da televisão. A criança explora sentidos como tato e o olfato, além de se divertir bastante e aprender coisas novas.

2. Estimule a imaginação

Já que não se pode ir ao cinema, teatro ou passear no parque, que tal estimular a imaginação em casa mesmo?

As crianças adoram inventar histórias e o momento de quarentena é ideal para esse tipo de brincadeira. Aproveite a mente fantasiosa do seu filho para estimular seus pensamentos e ajudá-lo a se desligar da realidade em alguns momentos.

Uma dica, por exemplo, é incentivá-lo a criar histórias e personagens em momentos em que você precisa realizar alguma tarefa ou trabalhar. Quando tiver tempo, participe das histórias junto com ele, mas se precisar que ele se vire sozinho, apenas estimule e depois peça para ele te contar todas as suas aventuras.

Outra forma de estimular a imaginação é por meio da contação de histórias. Leia um livro para a criança e depois a incentive a brincar e recriar o universo do livro.

3. Faça-o brincar sozinho

Em alguns momentos a criança vai precisar ficar sozinha (a não ser que tenha um irmão, por exemplo). Portanto, é importante oferecer brinquedos que não exigem a companhia de outras pessoas. Alguns exemplos são quebra-cabeças e jogos de Lego, que exigem tempo e dedicação.

Se a criança for muito pequena, isso não significa que deva deixá-la sem vigilância durante essas atividades. Enquanto está executando outra tarefa, coloque-o ao seu lado para brincar sozinho e prometa que mais tarde vocês passarão um tempo juntos.

4. Estimule a criatividade

Para que os pequenos não fiquem o dia todo vidrados na televisão, video game ou celular, incentive o desenho, a pintura ou o uso de massinhas. Atividades manuais são muito bem-vindas!

Quando as crianças estão entediadas não será um boneco ou carrinho que irá proporcionar entretenimento. Elas buscam brincadeiras novas e diferentes. Logo, permita que usem outros objetos da casa para brincarem: caixas de papelão, luvas de cozinha, ou qualquer outra coisa que possa estimular a criatividade.

Em alguns momentos os filhos podem acabar criando eles mesmos as brincadeiras, mas se perceber que estão com dificuldades, sugira algo novo e inove.

5. Crie uma rotina

Um dos pontos mais importantes quando o assunto é como lidar com as crianças na quarentena é, além de estabelecer a sua rotina, criar uma para as crianças também.

Dessa forma você irá introduzir na cabeça delas que cada atividade deverá acontecer em uma sequência de horários. Isso ajudará a organizar o seu dia e manterá a criança ocupada nos momentos em que você precisar focar no trabalho ou alguma outra atividade.

Faça seus filhos entenderem que a quarentena não é férias e que além das atividades escolares que deverão ser feitas dentro do prazo, também existirão algumas regras e horários a serem cumpridos.

Para cuidar das crianças, cuide da sua saúde mental

Falamos muito sobre os cuidados que se deve ter com os outros, mais especificamente com as crianças, mas sabia que para cuidar bem dos outros primeiro é preciso estar em dia com a sua saúde mental?

A quarentena tem sido um desafio para muitas famílias e adaptação não é tão simples como parece. Para lidar com todas as mudanças sem surtar é preciso tirar um tempinho para cuidar de si.

Isso quer dizer ter um horário na sua agenda para praticar exercícios, meditar, se conectar com os familiares e amigos por meio de video-conferências e, é claro, cuidar das emoções.

Caso sinta que seus níveis de ansiedade e estresse estão muito altos, prejudicando seu bem-estar e a convivência com a família, procure um psicólogo para ajudar nesse momento. Com o isolamento social, muitos profissionais estão atendendo virtualmente, o que torna os preços das sessões até mais acessíveis.


Bruna Cosenza

Escritora, produtora de conteúdo e LinkedIn Top Voice 2019. Autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar. É apaixonada por comportamento humano e pela relação entre corpo e mente. Escreve porque considera o conteúdo uma das ferramentas mais poderosas que existem para provocar reflexões e derrubar barreiras.


BRINCADEIRAS E ATIVIDADES COM AS CRIANÇAS PARA ESPANTAR O ESTRESSE DO CONFINAMENTO!!!

SUGESTÕES DE ATIVIDADES/ BRINCADEIRAS

Professoras: Adriana Ignacio Storckmann Janete Ana Buzzi Possamai

CEI. Exp. Augusto Bosco

TEXTOS:

- Augusto Cury. Pais brilhantes são firmes e amorosos - https://www.youtube.com/watch?v=6fVjJfnkF4E

DICAS DE LEITURA –

LIVROS GRATUITOS PARA BAIXAR E LER PARA AS CRIANÇAS:

Uma dica para aproveitar os momentos em família é a contação de histórias. Pode escolher o livro preferido do seu pequeno, inventar uma ou até inventarem juntos uma história.

VÍDEOS / MÚSICAS / SUGESTÕES DE SITES:

https://www.youtube.com/watch?v=s-4avPs3_Bw (números de 1 a 10 / formas, alfabeto, serviços básicos);

- https://www.youtube.com/watch?v=abfLDAq-nvs (de onde vem o espirro? Tem vários outros episódios com respostas as perguntas e curiosidades das crianças);

- Quintal da Cultura - https://www.youtube.com/watch?v=PkIHfxCwKe4 (muitos outros...)

JOGOS / BRINCADEIRAS:

Agora é momento de nos resguardarmos dentro de nossas casas, pensando nisso, aqui estão elencadas atividades que podem ser feitas nesses espaços:

- JOGO DA MÍMICA: Uma pessoa por vez faz imitação de algo, pode ser seguido temas (animal, brinquedos...) e os demais tentam adivinhar, poderá ser colocado para que todos consigam ver, uma folha com o nome de todos, quem acertar marca um ponto, que poderá ser registrado por meio de risquinhos, bolinhas...

- DANÇA DA CADEIRA: Dançar ao redor das cadeiras, sentar quando a música parar até sobrar uma pessoa (mínimo 4 pessoas).

- ESTÁTUA: Dançar e virar estátua quando a música parar, alguém tenta fazer as estátuas se movimentarem ou rir, vence quem permanecer estátua até o final.

- CIRCUITO MOTOR: Utilizando cadeiras, colchão, potes, vassouras, entre outros objetos disponíveis em sua casa para criar obstáculos onde as crianças possam pular, rolar, subir, descer.... Gastar suas energias.

- BOLICHE DE MEIA: Fazer bolas com algumas meias enrolando-as, utilizar(garrafas e copos plástico, para os pinos) tentar derrubá-los com as meias.

- BASQUETE DE MEIA: Com as mesmas bolas de meia tentar acertá-las em recipientes, ex.,bacias, potes, o legal é começar com recipientes maiores e terminar com menores, aumentando o grau de dificuldades.

- AUTONOMIA: Se tiver dois ou mais filhos, essa brincadeira é ideal para trabalhar coordenação motora e autonomia, entregue para cada criança um pé de tênis sem cadarço (pode ser calçado grande), ao seu sinal peça que elas tentem colocar os cadarços (você poderá fazer a demonstração e auxiliar). Você pode dar o sinal para que seus filhos se vistam sozinhos também, ver quem consegue terminar primeiro.

- DESCUBRA O DESENHO: Adulto faz o desenho, solicitar aos participantes da brincadeira, que tentem acertar o que é.

- JOGO DA VELHA (com tampinhas, pedrinhas...)

- OBSTÁCULO: Fazer obstáculo, estilo teia para as crianças passarem por espaços, corredores, porta do quarto (pode ser barbante, fita adesiva...)

- GANGORRA: Dois jogadores sentam-se, um de frente para o outro, e apoiam as plantas dos pés. Eles devem segurar um bastão com as duas mãos. Ao soar o sinal, eles devem puxar o bastão cada um para seu lado tentando tirar o amigo do chão. Aquele que conseguir levantar o amigo ganha. Troque os pares e comece de novo. Faça com que as crianças sintam o peso do amigo que está na frente, observem a força que têm que fazer para levanta-lo, quais músculos que se movem para que isso aconteça. Se você tiver um bastão grande, coloque três crianças de cada lado, o grupo que conseguir levantar o outro, ganha.

- CAÇA AO TESOURO SENSORIAL: A caça ao tesouro pode ficar muito mais divertida de uma forma simples: com objetos sensoriais. Escolha quatro ou cinco texturas diferentes, como liso, áspero, aveludado, macio, rígido, e peça ao pequeno que corra pela casa e encontre objetos com aquelas texturas. Para os pequenos um pouco mais velhos, um cronômetro pode deixar a brincadeira mais emocionante.

- CABO DE GUERRA EM ALMOFADAS :Use alguma base arredondada e macia, como travesseiros ou almofadas. Depois, é só usar uma corda para brincar de cabo de guerra. Quem sair da base primeiro, perde.

- PISTA DE CARRINHO Que tal aproveitar o craft da Leiturinha(papel pardo) e fazer uma pista super divertida? É bem simples: estenda o papel pelo chão da casa e prenda-o com fita adesiva, depois desenhe com giz as ruas da pista. Mas, não para por aí: pode desenhar cidades, parques, casas, etc. Esta brincadeira também tem uma outra versão que segue o mesmo raciocínio, porém usando a fita adesiva para desenhar a pista direto no chão.

- TELEFONE SEM FIO: O telefone sem fio tradicional é feito com duas latinhas vazias e limpas, com um furo no fundo sem a tampa. Ambas conectadas por um barbante passado pelo furo. Mas você pode tentar outros materiais também.

- ENCAIXE DE FORMAS: Desenhe quadrados, triângulos, círculos, retângulos e várias outras formas numa cartolina com canetinha ou no chão com fita adesiva. Depois, corte papéis coloridos com as mesmas formas de mesmo tamanho e dê para o seu pequeno brincar de encaixar!

RESGATANDO BRINCADEIRAS...

Chegou a hora dos pais relembrarem as brincadeiras da época deles. Bolinha de gude, peteca, jogo de varetas, passar anel… sendo assim, ao mesmo tempo em que os pais tem a oportunidade de ter uma lembrança gostosa da época de infância, os filhos criarão uma conexão muito forte com essas brincadeiras, pois elas foram significativas para seus familiares.

JOGOS ONLINE:

ATIVIDADES:

- REVISTAS: Utilizar revistas e/ou papéis coloridos para as crianças recortarem (se tiver tesoura sem ponta) ou rasgarem, peçam para que as crianças usem esses pedacinhos de papel para fazer bolinhas, essas depois podem ser coladas em uma folha e transformadas em uma obra de arte ou você pode também participar, fazendo um desenho para que a criança cole dentro dos espaços. Essa atividade trabalha a coordenação motora fina da criança e estimula a criatividade.

- PINTURA / DESENHO: Se tiver tintas (melhor ainda), se não, pode utilizar giz e lápis, faça um desenho, uma pintura com seus filhos, se for com tinta pode ser com as mãos / dedos, sem uso de pincel, eles adoram. Pintar com tinta uma parede de azulejo (sugestão: banheiro dentro do box)...

- PIQUENIQUE: Escolha um espaço da casa, sala por exemplo, estenda uma toalha ou lençol, coloque almofadas, ligue uma música calma e façam um dos lanches nesse espaço, ajuda a sair da rotina e as crianças adoram.

- ACAMPAMENTO: Coloquem colchões em espaços diferentes da casa, isso ajudará a tornar o soninho mais divertido, assistam a bons desenhos / filmes juntos ou ouçam músicas relaxantes. Cabana: Brincar de cabana na sala é muito divertido. Para fugir das cadeiras e aquele monte de cobertores para fazer a cabaninha, use uma caixa de papelão. Ah, você pode usar os cobertores para colocar lá dentro e deixar os pequenos dormirem na cabaninha e, por que não, uma festa do pijama?

- CANTINHO DA LEITURA: O cantinho da leitura é muito parecido com a cabana, mas você precisa montá-la um pouco mais alta para conseguir entrar, além colocar almofadas para seu pequeno encostar enquanto lê.

- PINTURA COM ÁGUA Para mudar um pouco as brincadeiras de pintar, por que não usar água? Mais uma vez, o papelão como um aliado das brincadeiras. É só separar um pote com água, um pincel e estender um papelão. Os pequenos vão adorar pintar e, depois, ver suas obras sendo absorvidas pelo papelão e gerando uma nova tela! Além de, claro, fazer muito menos bagunça do que a tinta.

- PINTURA SEM SUJEIRA: Isso parece impossível, mas não é. Compre um saquinho que possa ser lacrado (como ziploc, por exemplo). Depois, encha-o com tintas até ⅓ mais ou menos. Lacre e prenda suas laterais com fita adesiva (aconselho passar duas vezes a fita) em uma cartolina ou no chão mesmo. Assim, ao passar os dedinhos pelo lado de fora do saquinho com tinta, seu pequeno faz desenhos incríveis sem bagunça!

- ROUPAS GRANDES: As crianças adoram utilizar roupas dos adultos, disponibilize para seus filhos, peças de roupas, calçados, acessórios, para que eles possam se fantasiar de adultos. Aproveite para observá-los, eles repetem nossas atitudes.

- MASSINHA CASEIRA: Brincar de massinha é sempre muito gostoso para os pequenos. Fazer a sua em casa torna a brincadeira ainda melhor.

Como fazer sua massinha de modelar? Além de ganhar a atenção dos pequenos pela cor, a massinha de modelar é um ótimo recurso para fazer brincadeiras sensoriais. Para que ela possa ser usada sem preocupação, o ideal é que você mesmo prepare uma receita de massinha caseira, que, além de ser atóxica, se torna uma diversão barata e eficaz no desenvolvimento do pequeno.

Você vai precisar de:

4 xícaras (chá) de farinha de trigo

· 1 xícara (chá) de sal

· 1½ xícara (chá) de água

· 1 colher (sopa) de óleo (soja, girassol, ou outro comestível)

· corante comestível de cores variadas

Modo de preparo:

Misture os ingredientes em sequência e, por último, coloque o corante da cor que preferir. Conduza a brincadeira! Modele a massinha junto com as crianças, criem formas, toquem e esparramem esse instrumento de exploração sensorial livremente!

- Faça alguma receita em que seu filho possa auxiliar, também peça para que eles mantenham seus brinquedos e pertences organizados, além de facilitar a vida das famílias, deixará seus filhos ocupados e cria responsabilidades.

SITES COM SUGESTÕES DE BRINCADEIRAS:


Turma do Fritz vira aliada de pais e educadores durante a quarentena

Turma do Fritz vira aliada de pais e educadores durante a quarentena

Produtora de experiências educacionais divertidas e inclusivas lança blog com atividades lúdicas para ajudar famílias e crianças no período de isolamento social

Criada originalmente com a intenção de aprimorar o processo de educação e socialização de crianças com deficiência auditiva, a Turma do Fritz está ampliando a sua missão e vai se juntar a pais e educadores para ensinar, orientar e divertir os milhares de meninos e meninas – ouvintes ou não – que estão dentro de casa no país em função da quarentena imposta pela pandemia do coronavírus.

Para garantir o acesso a atividades lúdicas e divertidas neste período de isolamento social, a Turma do Fritz antecipou o lançamento de um blog onde pais e cuidadores encontram conteúdos educativos com foco em crianças de quatro a dez anos. O endereço é http://turmadofritz.com.br/blog/.

Idealizado em Joinville em 2018, a Turma do Fritz é uma produtora de experiências educacionais divertidas e inclusivas, voltadas ao público infantil, que tem como propósito fortalecer a educação para a construção de um mundo melhor.

Inspirados e ambientados na fauna e na flora do Rio Cachoeira e da Baía da Babitonga, os personagens da Turma do Fritz ensinam as crianças a valorizar as diferenças, a cuidar do meio ambiente e a adotar hábitos saudáveis.

Com conteúdo bilíngue (português e libras), a Turma do Fritz explora temas e valores como inclusão, tecnologia inovadora em animação inclusiva, consciência ambiental, fomento à cultura regional, frequência, aproveitamento, aprovação e evasão escolar, além, agora, de ser mais um aliado contra a COVID-19.

A diretora executiva do projeto de impacto social, Daniela de Sousa, explica que a Turma do Fritz já estava disponível no Instagram, Facebook e Youtube, mas o grupo decidiu antecipar o lançamento do blog justamente por entender que poderia contribuir de forma mais efetiva com pais, cuidadores e educadores.

“Neste período de quarentena estamos dando nossa contribuição às famílias, oferecendo conteúdo educativo e estimulando a criatividade das crianças. Já disponibilizamos no blog lindas atividades e vamos incluir novidades de estudos, brincadeiras e cuidados com higiene, sempre com a orientação de pedagogos e mentores da Turma do Fritz”, diz Daniela, lembrando que é hora de unir esforços com o mesmo objetivo, que é superar esse momento crítico.

Para saber mais sobre a Turma do Fritz e acessar o conteúdo educativo:



UNICEF lança podcast diário para ajudar crianças a continuar aprendendo em casa

“Deixa que Eu Conto” vai levar histórias, brincadeiras e atividades a crianças e famílias de todo o País, via rádio e internet, contribuindo com o direito de aprender, em tempos de coronavírus


Deixa que Eu Conto é voltado para crianças que estão em idade de frequentar a pré-escola e em processo de alfabetização (anos iniciais do ensino fundamental). Os episódios são apresentados pelas contadoras de história Carol Levy e Kiara Terra e trazem histórias, brincadeiras e atividades. Todos os episódios foram pensados com foco no desenvolvimento infantil, trazendo conteúdos diversos que podem ajudar crianças e famílias neste momento de isolamento social.

A IMPORTÂNCIA DAS BRINCADEIRAS DAS CRIANÇAS COM OS ELEMENTOS DA NATUREZA


Histórias com a Professora Angélica

Centro Educacional Ulrich Hübsch -

Pré escola

Centro de Educação Infantil Profª Dóres Janke Stüpp

Atividades para faixa etária de Pré escola - 4-6 anos

Professoras: Roseli e Jussara


1 - Brincando na areia também se aprende as letras e os números!!

Objetivo das brincadeiras é o desenvolvimento da coordenação motora fina,e concentração.

Desenhar letras e números em pedaços de papel ou na areia ou no chão de terra, solicitar que a criança

reproduza-os com os dedos ou algum objeto firme, na areia ou no chão de barro, uma letra

ou número e desenhe-a, deixar a criança escolher, pode ser opção aleatória, não precisam ser iguais aos feitos no papel,

o importante é a forma lúdica, onde a criança irá se familiarizar com os numerais e letras.


2 - Jogo com argolas.


Pegar várias garrafinhas pet com areia no fundo para que não caiam, deixe-as

afastada uns 10 cm uma da outra, uma criança por vez lança uma quantidade de argolas sobre

as garrafinhas, no final conta-se quantas garrafas estão com as argolas. Não esquecer de

sinalizar a distância para lançar as argolas, as regras são muito importante nesta idade.

Planejamento Professoras:

Lilian Lucht da Silva

Fernanda Rohling.

Faixa Etária : 4-6 anos

Centro de Educação Infantil Profª Dóres Janke Stüpp


Balão fujão

Intencionalidade da brincadeira: atenção, o sopro auxilia na consolidação dos fonemas, melhora a pronúncia desenvolvendo a linguagem.

Atividade: trave uma linha de partida e uma de chegada. Cada jogador segura uma bexiga (peça a criança que encha o balão sozinha)e um pedaço grande de papelão. Ao sinal, cada participante coloca a bexiga no chão e abana com o papelão, na direção da linha de chegada, e a traz de volta da mesma forma. O primeiro que terminar o percurso, ganha a corrida.


Morto-Vivo

Intencionalidade da atividade: atenção, concentração e agilidade.

Atividade: realize uma fila com os participantes. Uma delas precisa ficar de fora da fila. Quando disser "morto", todos devem baixar; e quando disser "vivo" precisam estar de pé. O condutor deve alternar as palavras e a velocidade. Quem errar está fora da brincadeira.


Passa anel

Intencionalidade da atividade: atenção, concentração, imaginação e criatividade.

Atividade: a partir de quatro participantes. Um dos jogadores será o passador do anel. Com o objeto entre as mãos, a criança deve passar suas mãos entre as mãos dos participantes, que devem estar posicionados lado a lado ou em um círculo. O passador deve fazer isto várias vezes, quantas ele quiser. Quando acabar ele pergunta a outro jogador com quem ficou o objeto. Se a pessoa acertar. Os papéis são invertidos. Se não, tudo continua igual.


Carrinho de mão

Intencionalidade da atividade: força, agilidade.

Atividade: é necessário ter duas pessoas. Enquanto a criança coloca as mãos no chão, com os braços estendidos, o adulto ou outra criança levanta suas pernas e empurra, como se fosse um carrinho de mão.


Desenho maluco

Intencionalidade da atividade: criatividade, imaginação, trabalhar partes do corpo

Atividade: dê uma folha em branco a cada participante. No alto da folha, cada um deve desenhar a cabeça. Depois, dobram-se os papéis para esconder o que foi feito. Trocam-se as folhas e, então, cada um desenha o corpo, sem ver a anterior. No fim, abra os papéis e veja os desenhos que se formaram. Vai ser bem divertido!!!


Sugestões de atividades

Colaboração Professoras do CEI Pref. Matheus Alves Conceição


Segue link:

https://www.facebook.com/professorabagunceira/videos/2773754579398165/?sfnsn=wiwspmo&extid=OiTw9VSfniHmsxM7&d=n&vh=e

CEI PROFESSORA DÓRES JUNKE STUPP

PRÉ- ESCOLA 4-6 ANOS

PROFESSORAS:

Mary Leide Kammer Patrícia de Deus

SUGESTÕES DE ATIVIDADES E/OU BRINCADEIRAS PARA REALIZAREM EM CASA.

Segunda-feira:

Atividade: Andar sobre os pés.

Objetivo: A criança devera andar sobre os pés de um adulto, pai, mãe e irmãos.

A atividade proposta exige concentração, participação da família, e equilíbrio.


Terça-feira:

Atividades: Pegar copo.

Objetivo: Desenvolver agilidade, concentração, participação e atenção.

Essa atividade e realizado com duas crianças; sobre a mesa colocamos dois copos e, cantamos a música; (pega copo, vira copo, solta copo, vira copo, solta copo, pega copo)... repetindo a música até alguém errar.


Quarta-feira:

Atividades: Jogar balão com o lençol.

Objetivo: Demonstrar controle, participação ampla e equilíbrio.

Com um lençol colocaremos vários balões sobre ele, e não podemos deixar cair, podemos jogar para o alta, equilibrando o lençol para não cair nenhum balão.


Quinta-feira:

Atividade: Bola de papel.

Objetivo: Desenvolver a capacidade de

concentração, equilíbrio emocional e competitivo.

Brincar em duplas; fazer umas seis bolas de papel, não muito grande, depois colocar elas em cima da mesa, tirar par e ímpar para ver quem começa o jogo, o participante pega uma bola na mão e joga outra para cima e tentar pegar com a mão que est a bolinha, aquele que conseguir pegar mais bolinha na mesma mão vence.


Sexta-feira:

Atividade: Cantinho mágico.

Objetivo: imaginação, participação, organização.

Essa atividade terá a participação de toda a família.

Cada um escolhe um canto da casa, que mais se sente a vontade. Depois usando sua criatividade decorem da forma que preferir, imaginam que ali, é a cidade que você mora e, viajam no mundo de faz de conta que é fantástico para todos nós.

Observação; (Pedimos que todas as crianças realizem a escovação diariamente, pois é muito importante par eles).


Bob o trem número português aventura aprender os números em português bob a compilação de trem[1] - CEI Navegantes.mp4
Aprenda o Alfabeto Cantando A🐝B⚽️C🏠 a Musica do Alfabeto[1] - CEI Navegantes.mp4
O RELÓGIO MARCA A HORA, QUE HORAS SÃO AGORA Clip Infantil - CEI Navegantes.mp4
Os planetas do sistema solar - CEI Navegantes.mp4
Que dia é hoje Eu Amo Aprender Músicas para Crianças PlayKids[1] - CEI Navegantes.mp4

História Cantada - Brincando em Casa

história cantada
Recreio em casa.pdf

As melhores músicas infantis para Dançar e Cantar em família.

50 Brincadeiras para fazer com seu filho

50 brincadeiras.odt

História: "O Coelho sem orelha" - Autores: Klaus Baumgart e Til Schweiger

ocoelhosemorelhas-160314153743.pdf

História: "O menino que Aprendeu A VER - Autora: Ruth Rocha

O menino que aprendeu a ver - Ruth Rocha.pdf

História: "A Borboleta Azul" Lenira Almeida Heck (Julia Vehuiah) - Ed. UNIVANTES

lenira-almeida-heck-a-borboleta-azul (1).pdf

Brincadeira com "Bolinhas de Sabão" Profª Greice

vídeo professora Greice - bolinha de sabão
brinquedos e brincadeiras.pdf

"Brinquedos e Brincadeiras" Inclusivos

Sugestão: Professora Anelise Machado

Centro de Educação Infantil Ruth Schroeder Ofh

Atividades para crianças da faixa etária de 1 a 2 anos.


  • Atividades como o boliche possibilita o desenvolvimento da coordenação motora fina, organização espacial e temporal, lateralidade e equilíbrio. Aos poucos, as crianças adquirem noções de distância, força e velocidade da bola para derrubar os pinos. Essa brincadeira pode ser feita em casa com garrafas pet.

  • Obstáculos ao retirar objetos de dentro de uma caixa com barbantes. Atividade direcionada para desenvolver o raciocínio e coordenação motora. Pegue uma caixa de papelão ou um cesto de roupas no fundo coloque alguns brinquedos e na abertura trance alguns barbantes ou elásticos para dificultar a retirada dos brinquedos.

  • Brincadeiras de roda desenvolve a coordenação motora e ritmo, as crianças adoram.


Vídeo: "As aventuras de um menino e sua caixa de papelão!!!"




53 dinâmicas para crianças.pdf
af-hospitaldasletras-.pdf

Sugestões de brincadeira para fazer em casa com a família!!

Cabana

Brincar de cabana na sala é muito divertido.Para fazer a cabaninha: use uma caixa de papelão. Ah, você pode usar os cobertores para colocar lá dentro e deixar os pequenos dormirem na cabaninha e, por que não, uma festa do pijama?

Cantinho da leitura

O cantinho da leitura é muito parecido com a cabana, mas você precisa montá-la um pouco mais alta para conseguir entrar, além colocar almofadas para seu pequeno encostar enquanto lê.

Sugestões de brincadeira para fazer em casa com a família!!

Pista de carrinho

Fazer uma pista super divertida, como? É bem simples: estenda o papel pardo pelo chão da casa e prenda-o com fita adesiva, depois desenhe (peça ajuda de seu filho(a) com giz as ruas da pista. Mas, não para por aí: pode desenhar cidades, parques, casas, etc.

Esta brincadeira também pode ser usado fita adesiva para para desenhar a pista direto no chão.


Sugestões de brincadeira para fazer em casa com a família!!

Encaixe de formas

Desenhe quadrados, triângulos, círculos, retângulos e várias outras formas numa cartolina com canetinha ou no chão com fita adesiva. Depois, corte papéis coloridos com as mesmas formas de mesmo tamanho e dê para o seu pequeno brincar de encaixar!

Projeto: “ Brincar e educar em tempos difíceis”.

Como trabalhar com as crianças na quarentena!!

Justificativa: Estamos passando por momento nunca vivido. com o surgimento do Corona vírus (COVID 19) o isolamento social neste momento se faz necessário. A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e dos governos locais é de que as pessoas evitem sair de suas casas, essa é a maneira mais eficaz de conter a propagação do vírus. Com a suspensão temporária das atividades escolares pais e professores passam por constantes desafios. As crianças dentro de casa precisam de rotina e estimulação e os professores através de novas tecnologias tentam chegar a seus lares para ajudar os pais e as crianças nesta missão, lembrando que a quarentena não é um período de férias, e que crianças de educação infantil precisam ter seu direito de aprendizagem garantido.

O projeto proposto, tem a finalidade de orientar os pais a desenvolverem com as crianças atividades em casa, respeitando o que preconiza a Proposta Curricular do Município, bem como a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), considerando as crianças como centro do planejamento curricular, acordado com o percurso da vida cotidiana, respeitando suas individualidades.

Objetivo Geral: Elaborar, planejar e executar atividades que possam ser realizadas pelos pais/crianças neste momento de quarentena, afim de dar continuidade, as ações propostas antes da Pandemia, mantendo dessa forma, o vínculo escola/família .

Objetivos Específicos:

*Cuidar e manter o vínculo com as crianças;

*Desenvolver atividades criativas e de fácil entendimento para os pais;

*Produzir jogos e brincadeiras que ajudarão no desenvolvimento das crianças;

*Planejar atividades de coordenação motora a fim de combater o sedentarismo infantil;

*Criar ferramentas e canais para facilitar troca de ideias com os pais;

Atividades:

*Jogo de raquetes e balões

*Garrafinha da calma e mini aquário

*Boca do sapo (atividade feito com caixa de papelão)

*Alinhavos da Arca de Noé

*Pintura com giz de cera e papel pardo

*Atividade do patinho colorido

*Boliche da Arca de Noé

*Jogo das cores

*atividade de concentração e coordenação usando objetos e utensílios de cozinha

Metodologia:

· Discos de papelão;

· Balões;

· Atividades com reciclados (garrafas pet tamanhos variados);

· Atividades de construção das garrafas da calma usando: lantejoulas, E.V.A, pedrinhas...entre outros;

· Pintura com guache;

· Caixas de papelão e retalhos de papelão;

· Desenhos para colorir;

· Música relacionada: patinho colorido;

· Pintura usando giz e papel pardo;

· Atividades de pesquisa em conjunto com os pais;

· Atividades com materiais diversos: grampos de roupa, pincel, cadarço, utensílios de cozinha variados.

Estratégia: Desenvolver atividades envolvendo um ensino domiciliar provisório que esteja ao alcance da família.





Recorte para estimular a psicomotricidade

Desenhe a mão da criança e peça para ela recortar

Faça desenhos em uma folha e peça para criança recortar

Utilizando as tintas naturais feitas ou tinta guache peça para a criança contornar o desenho utilizando um cotonete, pode fazer o alfabeto e desenhos diversos, utilize a imaginação:

Pegando Grãos de feijão

Ingredientes:

Grãos de feijão

2 Potes sem tampa

Grampo de roupa

Coloque grãos de feijão em um pote e peça para a criança pegar os grãos de feijão utilizando o grampo de roupa, transferir de um pote para o outro.

RESPEITÁVEL PÚBLICO!!!

Vai começar o espetáculo cheio de desafios dentro da sua casa!

Preparem-se e vamos juntos brincar nesse circo!

Hoje nós vamos desafiar nossos mestrinhos com uma brincadeira diretamente do Circo da nossa super Arlequina!!! Venham! Venham!

Você que está em casa com as crianças pode colocar esse vídeo para eles assistirem e praticarem junto a nossa super arlequina!

Este vídeo foi desenvolvido em uma série de vídeos para um Momento de Conexão nas escolas onde as crianças que participaram entraram cm contato com práticas saudáveis sobre diversos temas relacionados ao autoconhecimento. Vídeos sobre Respiração Consciente, Energia do Corpo, Auto massagem, Yoga e Mantras fizeram parte desse projeto, que hoje está ganhando uma nova roupagem para renascer daqui um tempo como ALAKIN!

Este vídeo fala sobre os nossos Hemisférios Cerebrais e como podemos estimular os dois lados do cérebro ao mesmo tempo! As crianças adoravam praticar esse vídeo por serem desafiados através da linguagem deles: a brincadeira!

Este é um material gravado por nós com muita intenção e amor para captarmos recursos para viabilizá-lo com mais estrutura e profissionalismo, então não se apegue a qualidade de áudio e mínimos detalhes…conecte com a mensagem do vídeo e ao momento de conexão e diversão que será proporcionado ao seu filho(a)!!!


TURMAS - 2-3

Atividade: Jogo de raquete com balão

Materiais: balão, palito de picolé, prato descartável de papelão e cola.

Atividade elaborada pensando na interação da família com a criança, tem como objetivo o desenvolvimento da coordenação motora da criança.



CAIXA MALUCA

Material a utilizar: 1 caixa de papelão grande, Canetinhas coloridas, Tesoura, Jornais velhos.

Com sua ajuda, desenhamos um rosto em um dos lados da caixa. Faça uma boca bem grande, os olhos, o nariz. Recorte a boca e os olhos da figura. Faça bolas de papel com o jornal. Em seguida peça para a criança acertar as bolinhas dentro da boca e nos olhos da figura. Use as canetinhas para deixar ela colorir a caixa bem bonita. Use a imaginação. Olhe a imagem ao lado e se inspire.

Nesta atividade será possível desenvolver a motricidade fina da criança; ajuda a adquirir noção de distância; favorece a coordenação viso motora.

VAMOS APRENDER AS CORES!

apostila de matemática.pdf





OLHA QUANTA ATIVIDADE BACANA NESTA APOSTILA. QUEM TIVER IMPRESSORA PODE IMPRIMIR, QUEM NÃO TEM, PODE ADAPTAR. VAMOS TENTAR?

Sugestão de Atividades

Pré Escola - Professora Eliza Martins

Centro Educacional Anibal de Barba

TINTAS NATURAIS

Ingredientes

100 m de cola branca

25 g de pigmentos naturais: Sugestões:Açafrão, Pó de café, Urucum, Terra, Erva Mate .

100 ml de água

1 colher para misturar os ingredientes

1 pote com tampa

Modo de Fazer

Em um recipiente, coloque 25 mililitros de cola branca, a mesma medida de água e 12,5 gramas (ou uma colher de sopa bem cheia) de urucum. Para conseguir tons mais escuros ou mais claros, ponha mais ou menos corante.

Misture tudo com a colher e coloque em um potinho para uso. Esse tipo de tinta é solúvel em água. Por isso, use de preferência em papéis, tecidos ou outras superfícies que não serão lavadas ou expostas à chuva.

Deixe as crianças usar a imaginação e fazer desenhos livres. Você pode ler uma história e pedir para a criança desenhar a história como ele entendeu.

Histórias em pdf: https://onlinecursosgratuitos.com/22-livros-de-literatura-infantil-para-baixar-em-pdf-dominio-publico/

Monstrinhos de Bexiga

No vídeo é fácil aprender a fazer Monstrinhos de bexiga com farinha. É um brinquedo sensorial super antigo, mas que conquista crianças e adultos. Com o bichinho de bexiga com farinha as crianças aprendem a trabalhar a imaginação, a coordenação motora e o lado artístico para criar brincadeiras, eles podem ser usados para a estimulação tátil, como também para a percepção visual de cores, formas, tamanho e peso.

Faça com seu filho. Vocês irão se divertir!


Acesse o facebook

Biblioteca Hans Christian Andersen

Olha que dica interessante. Nesta página você encontra conteúdo de máxima qualidade. Que tal conferir!

https://www.facebook.com/428892190608567/posts/1549659501865158/?d=n

Uma atividade prática com materiais que temos em casa, Massa de macarrão crua, guache, pegador de macarrão. Possibilita a criança a criar, imaginar, explorar diferentes sentidos, aprender e se divertir. Podendo também formar conjuntos relacionando quantidades ao numero ou classificar formas, cores, e quantidades.

Com esses monstrinhos a criança pode contar histórias, dar nomes aos monstrinhos e criar uma personalidade através das expressões faciais estes são de farinha, você pode colocar dentro feijão cru, arros, milho e outros com água estimulando ainda mais a parte sensorial do seu pequeno.

Nossa professora e também diretora da Rede, Aucely, fez alguns vídeos demonstrando como podemos brincar em casa e aprender ao mesmo tempo. Assistam e depois façam algumas (ou todas), divertindo-se em família.